Ralden Souza

WordPress, OptimusPress e Web

Ralden Souza - Todoist

Todoist

Aplicativo que uso para gerenciar minhas tarefas e rotinas.
Clique para acessar página do aplicativo e ganhar 2 meses de Premium grátis
Em breve, artigo sobre esse app.

Meu nome é Ralden Souza.

Minha história com o WordPress começou há mais de 10 anos. Já apaixonada pela internet, fui aprender a criar sites devido uma sociedade em uma empresa. Sempre fui apaixonado por design, então me aventurar pelo webdesign era algo que eu acreditava que seria prazeroso.

Bem, não foi tanto… Se o conhecimento inicial foi em HTML, vi o quanto era chato criar página uma a uma. Fora o conhecimento em CSS para conseguir o visual que desejava.

Comecei a procurar alternativas e me deparei com os CMS. Especificamente o Joomla. Que ajudava bastante a criar novas páginas e gerenciar conteúdo. Mas em matéria de design, era complicado: tinha que mexer em código, saber CSS. Experiência dolorosa…

Até que me deparei com artigos elogiando bastante esse tal de WordPress. E diante do sofrimento que eu estava com o Joomla (inclusive investimento em dólares em temas para tentar melhor a experiência de design), resolvi experimentar.

Em um primeiro momento a experiência não foi boa não. No primeiro mês eu quase desisti, porque a lógica da área administrativa do WordPress era bem diferente do Joomla. Mas persisti. Investi em temas. Apanhei e fui aprendendo.

Hoje toda a familiaridade que tenho me facilita não somente trabalhar com o WordPress em si. Mas também entender a lógica por trás da maioria de seus temas e plugins. E isso facilita demais obter resultados e uma boa experiência com o WordPress.

Só que havia um ponto que constantemente azedava minha relação com o WordPress: a hospedagem. Era site fora do ar, era queda do servidor quando eu estava atualizado, era lentidão irritante.

Em outubro de 2016 cansei disso. Dei um tempo do WordPress em si e fui estudar hospedagens. O objetivo era nunca mais ter de usar uma hospedagem compartilhada na vida. Mas precisa encontrar uma hospedagem de qualidade que eu tivesse recursos financeiros para pagar.

Pesquisando por empresas brasileiras, vi que praticamente o mercado só oferecia VPS (caros) e servidores dedicados (absurdamente caros!). E mesmo botando dinheiro em VPS, a experiência não era fantástica como eu desejava. Meus sites ainda caiam (conforme alertas de serviços de monitoramento) e a lentidão na área administrativa do WordPress era sofrível. Fora resultados fracos no Google PageSpeed.

Então passei a investir em paralelo em outro conhecimento: inglês. Sai de um conhecimento de Iniciante para Intermediário na época para um conhecimento de leitura Avançado. Ainda sofro entender quando as pessoas falam em inglês e meu nível de conversação no máximo é intermediário. Mas meu nível de entendimento de leitura se tornou alto o suficiente para eu partir para soluções estrangeiras.

Comecei por soluções na nuvem. Como a famosa Digital Ocean. Experimentei também Linode. Já conseguia ter uma performance muito boa. Mas adoraria ter um servidor no Brasil, para minimizar a questão da latência.

Até que um dia eu recebi um e-mail do Google oferecendo um crédito para o Google Cloud Platform. Com servidores no Brasil, em São Paulo! Com possibilidade de armazenamento em SSD. E ai minha vida mudou!

[em breve terminarei esse texto…]